17 de set de 2015

PARTICIPANDO DA FEIRA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA 20ª GERED – TUBARÃO


                             PROJETO RECICLOTECA: PAPEL DE BALA

ESCOLA: E.E.B. São João Batista
MUNICÍPIO/REGIONAL: Tubarão/20ª GERED
ALUNOS: Raisca Ynaiara dos Santos de Lacerda
                   Carina da Silva Machado
                  
ORIENTADOR: Jussara da Silva Prudêncio Pacheco

RESUMO:

O presente projeto busca dar um destino ecologicamente correto ao lixo escolar, uma vez que percebeu-se que cerca de 80% dele é papel de bala. A escola tem desenvolvido ações sobre Educação Alimentar, o consumo responsável e a coleta seletiva. E pretende-se com a recicloteca minimizar o consumo de balas e reaproveitar os papéis, confeccionando tapetes sustentáveis.

OBJETIVO GERAL:

Dar um destino ecologicamente correto ao lixo escolar.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

·         Transformar e mudar comportamentos não-sustentáveis;
·         Minimizar os impactos ambientais causados pelo lixo escolar;
·         Trabalhar a Educação Alimentar.

JUSTIFICATIVA:

A E.E.B. São João Batista promove há muito tempo atividades pedagógicas voltadas para a Educação alimentar, pois percebemos que é importante reforçar a relação entre o consumo e o meio ambiente, tratando do impacto de nossas escolhas e do dano (lixo) que nosso atual modelo consumista está causando. Ao mesmo tempo, os alimentos industrializados carregados nas lancheiras são apenas alguns dos fatores que contradizem todo o nosso esforço de uma educação sustentável. O fato é que hoje 80% do lixo escolar é papel de bala.
 O consumo é um hábito que se forma a partir de valores materialistas e que traz sérios riscos para a sustentabilidade. Certos da possibilidade de mudar esse quadro, a escola tem promovido ações de forma interdisciplinar. Neste sentido, este projeto pretende promover a educação alimentar e dar um destino sustentável aos papéis de bala.

METODOLOGIA:
Num primeiro momento foi realizado um trabalho de conscientização sobre saúde alimentar e destino correto do lixo, propondo alternativas sustentáveis.
Em seguida encapam-se, identificam-se e são dispostas nas salas de aula caixas de papelão para a coleta. Selecionam-se dois alunos de cada sala para que uma vez por semana separem os papéis, os desdobrem e os limpem.
Buscam-se parcerias com costureiras da comunidade para a confecção dos tapetes. Define-se uma data para a exposição e na ocasião o projeto é apresentado à comunidade e, por fim, sugere-se que os tapetes sejam sorteados ou vendidos à comunidade escolar.


 
 
 
 

 
 
 












RESULTADOS:
Pretende-se, com este projeto, propor o consumo de forma responsável e reduzir a quantidade de lixo gerada na escola. Garantir um futuro de qualidade àqueles que hoje são crianças não depende apenas de mudança de comportamento da atual geração, mas também de educar para o consumo.
Espera-se também incutir nos estudantes valores essenciais à sobrevivência da humanidade, como a solidariedade, o senso de responsabilidade, o respeito ao outro e ao meio em que vivemos na busca de reverter o cenário atual.

BIBLIOGRAFIA:
CASTRO, Mauricéia Aparecida. A reciclagem no contexto escolar, 2008, 29 p. Trabalho de conclusão de curso (monografia). Ponta Grossa, PR.


Weiss, Alexander. Agualito e o consumo responsável – São José: Alvart Editorial, 2009 – 40 p. Educação ambiental infanto-juvenil.

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Parabéns a todos da escola que contribuíram com o projeto Recicloteca.
      E nosso agradecimento se estende a GERED que propicia essa troca de
      conhecimentos.

      Excluir